orca
 
Orca dos Juncais
 

O Dólmen da Orca dos Juncais, também conhecido por "Pedra da Orca", ergue-se em zona aplanada, denominada localmente por "Juncais", junto ao ribeiro de Rebentão que lhe corre a nascente. Localiza-se na freguesia de Queiriga, concelho de Vila Nova de Paiva, e foi classificado como Monumento Nacional por Decreto de 16 de junho de 1910.

Encontra-se envolvido por um tumulusde contorno oval (30 x 20 m) cujo eixo principal segue a orientação E-O.

O monumento propriamente dito, de grandes dimensões, é constituído por uma câmara funerária de planta octogonal (com 3 m de largura máxima, 3 m de comprimento e 2,40 m de altura máxima) e um corredor longo (7,40 m de comprimento, 2,35 m de largura e 2,5 m de altura máxima). Foi exatamente neste corredor, demarcado por oito esteios de cada lado, que se identificou o fragmento pintado com dois antropomorfos que hoje se expõe no Museu Nacional de Arqueologia.

Serviu de local de tumulação coletiva às populações agropastoris de finais do milénio VI / inícios do V a. C. A cronologia foi sugerida não só pela tipologia arquitetónica do monumento mas também pelas pinturas e pelo espólio recolhido em escavações recentes, nomeadamente pontas de seta, de quartzo e de sílex, e fragmentos cerâmicos.

 
in Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2015. [consult. 2015-03-10 18:23:01]. Disponível na Internet: